sábado, 26 de janeiro de 2008

O CÉU E A TERRA

“Meus pés sonham suspensos no abismo"
Roberto Piva


Francisco Miguel de Moura*


Porque ris, o universo me balança.
Sinto o céu e terra que te tocam.

Rio eu também, contigo, ó juventude,
por me contares tantas velhas queixas,
que amor envelhecido é vinho amargo.

Num átimo, surgiste em meu caminho.

Quem, então te abraçou, em vez de mim?

Fiz loucuras, paixões e quis lutar,
de faca e foice... Joguei braços pro ar.

Pus outras penas. Pendurado e grave,
pejo de anjo rebelde e condenado,
troquei asas, cor, rumo... Quanto abismo!

E te espero no espaço entre céu e terra,
de mãos abertas e sorriso nos dentes,
­para viver o amor que não vivi na pele.

___________
*Poeta brasileiro, mora em Teresina.

Um comentário:

Clotildes disse...

Este, poeta, está mesmo entre o céu e a terra. Lindo!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...